Dienstag, 28. Februar 2012

Meu querido Govi

Absorvo-te diriamente com todos os meus sentidos. Ou quase. Enterro vezes sem conta o meu nariz no teu pescoco, nos teus cabelinhos, atrás das tuas orelhas e inspiro e expiro fundo para inalar o teu cheirinho de bebé. Deve ser a única altura na vida de uma mulher em que o cheiro a leite azedo é um dos seus/meus odores favoritos. Já várias vezes pensei que, tal como o Grenouille*, eu adorava poder concentrar o teu cheirinho num frasco, para poder te-lo para sempre. Percorro a pele macia da tua cara e dos teus pezinhos com os meus lábios e nao me canso de dar beijinhos em quase todos os centímetros do teu corpo, respeitando apenas aqueles que nem a uma Mae se admite! Deleito-me com os teus sorrisos todos os dias, especialmente às sete da manha quando salto da cama ao som do teu acordar, ainda de olhos remelados, e te vou espreitar à tua cama, e o teu sorriso desdentado nessas alturas, me parece que nao preciso de mais nada para viver. Oico incansavelmente todos os momentos do dia em que palras e derreto-me como se os teus gugu-dadás fossem a melhor música para os meus ouvidos. Portanto, quando hoje, pensei que se tivesse de abdicar de um dos meus sentidos nao saberia qual, fiquei aflita, só de pensar que algum dia podia deixar de sentir a tua pele, ouvir os teus sons de bebé, ver o teu sorriso, cheirar-te da cabeca aos pés, mesmo que seja tudo só ao nível dos e se's. O lado animal da maternidade é viciante. Agora entendo a minha Avó, que teve 13 filhos e que aparentemente, alguém contava, dizia que nao sabia viver sem bebés em casa.

* Espero que tenhas visto o filme e espero que esta parte nao pareca assim um bocado weird.

Kommentare:

  1. :) esse filme é altamente perturbador. é melhor que o Govi não o veja... pelo menos não antes dos 36 anos!

    AntwortenLöschen
  2. eheheh perturbador, mas muito bem apanhado!o govi nao vai sequer ver TV antes dos 40!

    AntwortenLöschen